Delfos na Grécia – Conheça o centro do universo

A Grécia foi um país cheio de boas surpresas. Belas paisagens, gente bacana, um tom de azul que nunca imaginei ser possível. Mas além disso tudo, o que mais me impressionou foram os lugares de história milenar. E é sobre esse lugarzinho com uma história espetacular que vou falar hoje: Delfos.

Desde que começamos a esboçar nosso roteiro pela Grécia, Delfos já entrou sendo uma parada obrigatória. E digo sem dúvida nenhuma que foi o roteiro mais difícil de fazer até hoje. Isso porque são tantos lugares que foram importantes para a história do mundo, as praias maravilhosas, as cidades de interior, os lugares peculiares. Precisa de muito foco para conseguir fechar o roteiro, rs.

Delfos é uma charmosa cidade grega muito conhecida pelo seu sítio arqueológico. Falando assim pode não parecer tão empolgante, até porque sítio arqueológico é o que mais tem pela Grécia.

Mas Delfos é diferenciado. Não sei se é a história ou se é o ventinho refrescante da montanha. Mas percorrer o mesmo caminho que grandes nomes como Alexandre, o Grande dá uma sensação ótima. Foi um dos lugares históricos mais incríveis que visitei na Grécia, empatando com a ilha de Delos, que foi outra grata surpresa.

História de Delfos

Tesouro dos Atenientes - Delfos

Reza a lenda que Zeus, com o intuito de definir o centro da Terra, enviou duas águias de extremos opostos do mundo, uma voando em direção a outra. E Delfos foi o local de encontro delas, ficando conhecido como o “umbigo do mundo”.

Se fica no centro do mundo ou não, o fato é que a cidade de Delfos foi o principal centro religioso da antiguidade. Tudo isso por conta do famoso Oráculo de Delfos.

A história de Delfos começa na pré história e nos mitos gregos. Dizem que no início o local pertencia a Gaia e era guardado por uma serpente, conhecida como Píton. Tempos depois Apolo matou a serpente e assumiu a posse do lugar. O corpo dela caiu na fendas do solo. Os gases emitidos de sua decomposição chegavam a superfície e geravam o efeito profético nas sacerdotisas conhecidas como pitonesas ou pítias.

E assim ocorriam as famosas previsões, que levaram grandes nomes do mundo antigo a fazer uma visitinha a Delfos.

Alexandre, o grande, Édipo, Leônidas e Sócrates são apenas alguns nomes dos que procuraram o oráculo. Isso dá uma noção do quão importante foi esse lugar. Mas não era só gente importante que ia não. Generais buscavam conselhos sobre as guerras, colonizadores procuravam orientação, cidadãos comuns queriam saber sobre problemas de saúde ou situação financeira.

O Oráculo de Delfos teve grande influência na política da Grécia Antiga,  por causa dele guerras aconteceram ou deixaram de acontecer, construindo a história da maneira que conhecemos hoje.

Delfos
Olha que vista 🙂

Como chegar

Delfos está na parte central da Grécia, localizada a aproximadamente 183 km de Atenas.

Eu fiz o trajeto de carro saindo de Meteora , e na minha opinião é sempre a melhor opção, salvo raríssimas exceções. A estrada é boa e você pode parar aonde quiser, tirar foto, etc.

Mas para os não adeptos da road trip, existem tours com saídas diárias desde Atenas.

Onde ficar

Nós ficamos hospedadas no Fedriades Delphi Hotel e uma diária nos custou R$178,00. Eu adorei o hotel, os quartos são espaçosos, bom chuveiro, café da manhã gostoso e o melhor: a localização. Dá pra ir andando até o sítio arquelógico por uma ruazinha charmosa, cheia de lojinhas e restaurantes.

Por falar em restaurante, eu gostei muito do Epikouros. O dono é muito simpático e a varanda tem uma vista magnífica!

Conhecendo o sítio arqueológico de Delfos

Situado aos pés do monte Parnasso o sítio arqueológico de Delfos é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO.

De início já vai uma super dica: o sítio arqueológico de Delfos é dividido em dois santuários, o de Apolo e o de Atena. Não se esqueça, ou vai correr o risco de deixar o segundo de lado. Já te conto o porquê.

Comece a sua visita pelo mais conservado e bonito, o santuário de Apolo. A entrada fica logo atrás do museu de Delfos.

A primeira construção será a Ágora Romana, passando pelo antigo recinto sagrado de Delfos. Mais na frente estará o Tesouro dos Atenienses, que foi reconstruído para que os visitantes pudessem entender como eram os edifícios dessa época. Naquele tempo era muito comum o oráculo receber presentes das pessoas ou até mesmo de uma cidade específica, e tudo que ele ganhava era guardado nesse edifício e nos arredores.

O Tempo de Apolo

Delfos
Templo de Apolo visto de cima

Mais  a frente estará o famoso tempo de Apolo.  Na verdade as ruínas do quarto templo construído. O primeiro data do século VII a.c, e o que está lá hoje é do ano 300 a.c. Era nesse lugar que aconteciam as previsões (vou explicar melhor abaixo).

Continuando a sua árdua caminhada está o Anfiteatro. Construído por volta de 400 a.c, ele é um dos mais conservados e tinha capacidade para cinco mil pessoas e dizem que era muito frequentado.

Delfos, além de ser a cidade do oráculo, era também a cidade dos jogos píticos, uma espécie de jogos olímpicos. Era um evento muito importante que acontecia a cada quatro anos. E o antiteatro era muito usado para concursos de poesia, cantos e também para as cerimônias de abertura e encerramento.

Provavelmente nesse altura você já vai estar cansado da subida, mas insista só mais um pouquinho e vai chegar até o estádio. Aqui aconteciam a maioria das provas do Jogos Píticos como atletismo, corrida de cavalos, lançamento de flechas.

Pausa para contemplação da paisagem e se anime para fazer todo o percurso de volta, mas na descida todo santo ajuda.

O Templo de Atena

Delfos

Fiquei maravilhada com todos os lugares que conheci mas ainda não tinha visto um dos símbolos da cidade, inclusive que era meu ímã de geladeira. Nesse altura do passeio eu já estava cansada e um pouco apreensiva com o horário porque seguiríamos de carro para Zakynthos. Nós olhávamos para o mapa, víamos o tal monumento lá e nada de ver a inhaca do trem. Teve um momento que até pensei que ele poderia já ter sido destruído ou ser uma lenda, estilo o Farol de Alexandria kkkkk. Até que resolvemos perguntar na portaria e nos indicaram a direção.

Pois bem. Volte para a entrada e siga pela pista até encontrar uma plaquinha do Templo de Atena. Fica do outro lado da rua, e dá uma caminhadinha boa. Você vai passar pela fonte de água sagrada, que por sinal até aproveitei para dar uma refrescada, vai que né!?

A primeira construção que você vai avistar é o ginásio, local onde os jovens recebiam os ensinamentos básicos e também militares. Mais um pouquinho a frente e lá estava ele, o símbolo do meu ímã de geladeira, o Templo de Atena.

Pelo que eu entendi até hoje não se sabe ao certo pra que serviam essas pedras aí, mas beleza. Objetivo cumprido, todos os pontos checked!

Como funcionavam as previsões do oráculo?

O oráculo de Delfos na Grécia foi o mais importante da antiguidade. Pessoas vinham de diversas partes do mundo em busca de respostas para diversos questionamentos da vida. Mas não era só chegar lá e perguntar não, tinha todo um ritual envolvido.

Primeiro o visitante chegava na cidade e tinha que se registrar e pagar uma taxa (porque previsão diretamente dos Deuses não saem de graça). Quando se aproximava a hora da sua consulta ele se purificava numa fonte de água e iniciava o caminho sagrado (aquele mesmo que fizemos).

Antes de entrar no Tempo de Apolo, eles sacrificavam uma ovelha, cabra, etc, e os animais eram analisados pelos sacerdotes em busca de algum sinal profético. Então, um de cada vez entrava no Templo com o seu questionamento (que era por escrito) e o apresentava à sacerdotisa.

Antes de cada sessão a sacerdotisa descia até uma câmara subterrânea, onde inalava os vapores sagrados e ai eram feitas as profecias.

Curiosidade: Lembra que de acordo com a lenda, o corpo em decomposição da serpente Píton emitia gases? Um estudo feito comprovou que o subsolo do local realmente poderia produzir gases com etileno, capaz de produzir alucinações. E sabe como eles descobriram? Pelo comportamento esquisito de algumas ovelhas que passeavam por lá. Hahaha.

Dicas úteis

  • Use um calçado confortável.  É um sítio arqueológico, então obviamente o chão é terra, fora as subidas e descidas ao longo do caminho.
  • A entrada custa 12 euros e inclui a visita ao sítio e ao museu.
  • Chegue cedo, por volta das 09:00h para evitar a multidão que vem com os tours.
  • Separe um tempinho para visitar o museu de Delfos. É muito legal.
  • Vá até o final do trajeto.  Em dias de muito calor você pode se sentir tentado a não ir até o final, mas vá. Vale o esforço.
  • Leve água, passe protetor solar e se possível use um chapéu/boné.
  • Separe um tempo para fazer comprinhas em no centro. Tem várias lojas com uma variedade enorme de souvenirs, esculturas, artigos para casa e azeites, muuuuuitos tipos de azeite.

Vai para Delfos?! Combine seu passeio com Meteora

A chegada e dominação dos Romanos marcou o início da decadência do Oráculo de Delfos. Com as ameaças de invasões e guerras a cidade foi sendo gradativamente evacuada. Com a posterior propagação e oficialização da religião cristã em Roma, o oráculo perdeu todo o seu prestígio e importância.

O que nos restou foram as ruínas desse lugar que outrora foi tão importante. Por isso se estiver em Atenas, não deixe de conhecer Delfos. Vale cada minuto do seu tempo!

Ter o privilégio de refazer os passos de grandes nomes da história, séculos depois, é uma oportunidade única e inesquecível!

Au revoir 🙂

PLANEJE SUA VIAGEM AQUI COM A GENTE NO BLOG:

Utilizando os links acima o blog ganha uma pequena comissão a cada reserva feita. Você não paga nada a mais por isso e ajuda o Viaje na Web a continuar escrevendo dicas e compartilhando experiências. Nós agradecemos 🙂

Você também pode curtir esses outros posts:

The following two tabs change content below.
Mentaliza alguém apaixonada por viagens. Desde criança sonhava em ser aventureira e foi com essa vontade de desbravar o mundo que nasceu o Viaje na Web. Escreve para compartilhar experiências e inspirar mais pessoas a se jogar nesse mundão. Acredita que tudo é possível quando acreditamos na força dos nossos sonhos.

Latest posts by Bruna Bragatto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *