Roteiro de viagem na Grécia – Zakynthos, Mykonos e Grécia Central

Roreito de Viagem na Grécia

Não vou mentir pra vocês, montar um roteiro de viagem na Grécia com apenas 14 dias exige desapego. Alias, montar um roteiro em qualquer lugar do mundo. Isso porque nossos recursos de tempo e dinheiro são limitados e no fim precisamos fazer escolhas. E fazer escolhas quando se tem um mundo de opções de lugares incríveis é muito difícil. Assim é a Grécia, um mundo de opções turísticas! Um país conhecido principalmente por suas ilhas mas que também tem opções interessantes na parte continental, principalmente pra quem gosta de história.

Nossa dificuldade maior foi escolher entre as ilhas e montar uma logística que otimizasse nosso tempo no continente. Por isso tive que abrir mão de lugares que encheram meus olhos (Monemvasia é um exemplo), mas que eram impossíveis devido a localização. Escolhemos a ilha de Zakynthos por causa da Navagio Beach e Mykonos por conta de uma promoção de passagens aéreas que barateou os custos .

Resumindo nosso roteiro de viagem na Grécia ficou assim:

  • 4 noites em Atenas
  • 2 em Mykonos,
  • 1 em Meteora
  • 1 em Delfos
  • 5 em Zakynthos

A última noite passaríamos descansando num hotel de frente pro mar em Loutráki no retorno de carro para Atenas. Porém um imprevisto de viagem, que vou detalhar em outra oportunidade, nos fez perder essa reserva do último dia e ter que dormir no aeroporto.

Então senta que lá vem textão!! Vou deixar por aqui a programação que fiz dia a dia, todos os lugares que visitei e todos os custos envolvidos. A viagem aconteceu em meados de setembro, lembro que embarcamos exatamente no feriado.

Roteiro de viagem na Grécia


Dia 1 – Chegada em Atenas

Talvez você chegue a tempo de fazer alguma coisa com o seu dia. Eu porém, cheguei na hora de dormir, por sorte ou por azar, depende do ponto de vista. Vou deixar pra vocês aqui o passo a passo para chegar no centro de trem e metrô.

Gastos do dia (por pessoa):  10 Euros

  • Ticket de trem mais metro até estação de Metrô Neos Kosmos = 10 Euros

Dia 2 – Atenas

Separei o dia inteiro para andar pelo complexo da Acrópole, conhecer o Partenon que é o monumento mais famoso e tirar fotos ricas. Acordamos cedo, tomamos café da manhã numa franquia chamada Everest e pegamos o metrô. Pra chegar até a Acrópole tem uma estação com o mesmo nome e já na saída dela encontramos um bairro cheio de restaurantes e lojinhas.

Ali escolhemos um restaurante depois para almoçar e no fim da tarde tomamos um sorvete. Além do Partenon a Acrópole possui diversos outros templos que ficam distantes uns dos outros mas possíveis de chegar a pé com uma caminhada básica. Nosso dia foi gasto andando pelos templos, com destaque para o Templo de Hefesto e o Templo de Zeus que foi os que priorizamos nesse dia.

Galeria de Fotos deste dia:

Lugares visitados no dia:

  • Partenon
  • Teatro de Dionísio
  • Teatro Odeon Herodes
  • Templo de Hefesto
  • Templo de Zeus
  • Passeio pelas ruas de Atenas ao redor da Acrópole

Gastos do dia (por pessoa): 57 euros

  • Café da manhã (capuccino com misto quente) =  3,40 euros
  • IOnde tomar café da manhã em Atenasngresso da Acrópole (já inclui entrada de todos os templos) = 30 Euros
  • Almoço com bebida = 13 Euros
  • Água (cada garrafinha) = 0,50
  • Água (fardo com seis garrafas de 1 L comprados no supermercado) = 1,30 Euros
  • Compras de lanches no supermercado = 10 euros
  • Sorvete = 1,40
  • Metrô (ida e volta)  = 2,40

Dia 3 – Corinto, Nemea, Nafplio

Tomamos café da manhã no apartamento com coisas que havíamos comprado um dia antes no supermercado. Pegamos um táxi e fomos até a locadora de carro no centro para retirar o veículo que havíamos alugado na internet por um dia.

O planejamento do dia era dirigir até Náfplio e apreciar as paisagens das estradas gregas. Fizemos uma mini road trip com pit stop rápido no Canal de Corinto e uma parada em Nemea para degustação de vinhos numa vinícola familiar super charmosa que descobrimos pela internet.  Almoçamos em Náfplio e depois passamos o dia andando pelo centro colorido da cidade.

Antes de voltar para Atenas ainda paramos para tomar um sorvete e compramos outro ima de geladeira. Já havíamos comprado um em Corinto. Sempre compramos pelo menos um em cada lugar que conhecemos. Qualquer dia desses escrevo um post exclusivo para mostrar a minha geladeira e tentar explicar essa mania que tenho.

Dica de amigo: se tiver mais tempo inclua pelo menos mais um dia em Náfplio. A cidade é um charme!

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Estradas bonitas e pitorescas da Grécia
  • Canal de Corinto
  • Vinícola Palivou Estate em Nemea
  • Orla de Náfplio com vista para o  Castelo de Bourtzi
  • As ruas coloridas do centro antigo de Náfplio partindo de Syntagma Square
  • Tínhamos programado também encontrar o lugar em Corinto onde São Paulo pregava, mas ficamos preocupadas com o horário acabamos desistindo dessa ideia.

Gastos do dia (por pessoa): 68,40 euros

  • Táxi até a locadora de veículos = 5 euros (não lembro o valor exato, mas com certeza foi menos de cinco euros, dividido por dois ficou uma pechincha).
  • Aluguel do carro = 55,69 euros (valor foi divido por dois, se viajar mais gente reduz mais ainda o custo).
  • Gasolina = 20 euros (valor foi divido por dois, se viajar mais gente reduz mais ainda o custo).
  • Pedágios =  5,30 euros (soma dos pedágio de 1,80 +2,10 +1,40 que também foram divididos por dois).
  • Almoço(escolhi um prato rico com bebida, o da Bruna ficou mais barato) = 17 euros
  • Sorvete = 1,40
  • Ima de Geladeira = 1,50
  • Água = 0,50
  • Degustação de Vinho = 10 euros
  • Vinhos = por volta de 12 euros a garrafa mais cara
Saiba os detalhes sobre os lugares que visitamos nos posts que já publicamos:

NáfplioCanal de CorintoNemea

Dia 4 – Atenas

Era um domingo e eu tinha separado esse dia pra explorar alguns bairro de Atenas e assistir depois o pôr do sol no Cabo Sunião. Lá visitaríamos o templo de Poseidon, que fica localizado no alto de um penhasco de frente pro mar. Imagina só o pôr do sol num lagar desse?!

Cumprimos nosso roteiro parcialmente, passamos o dia batendo perna pelas ruas de Atenas. Fomos de metrô até Syntagma Square e de lá descemos a avenida de pedestres até o mercado de pulgas em Monastiraki. Andando sem rumo certo seguimos as lojas até que encontramos o bairro mais fofo de Atenas, Plaka. Lá compramos artesanatos, imas de geladeira e achei uma mala muito linda que me levou a desembolsar 79 euros de uma tacado só. Foi muito amor, só digo isso!!

Assistir o por do sol no alto desse penhasco seria o ponto alto do dia, por isso pagamos mais caro, cerca de 70 euros por um passeio que saía de Atenas no fim do dia. Infelizmente não conseguimos fazer esse passeio, mas isso é história pra outro momento! Segura a onda aí, e continue acompanhando o blog que uma hora eu conto. Existe inclusive vídeo de mim aos prantos, chorando copiosamente por causa disso!

Pra quem não faz questão de assistir o por do sol tem passeios mais baratos (cerca de 50 euros) que saem de manhã ou depois do almoço. Pesquisem com calma porque alguns fazem outras paradas interessantes, como por exemplo no Vouliagmeni Lake. Eu estava doida conhecer esse lugar que na verdade é uma espécie de SPA. Mas abri mão exclusivamente pra pegar o por do sol no Templo de Poseidon e no fim das contas fiquei sem conhecer nenhum dos dois.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Syntagma Square
  • Mercado de pulgas em Monastiraki
  • Bairro Plaka

Gastos do dia (por pessoa): 123,90 euros porque ficamos enlouquecidas com as lojas gastamos com compras, sem elas teríamos gastado apenas 23,40 euros.

  • Metrô (ida e volta)  = 2,40
  • Almoço incluindo entrada e cerveja grega = cerca de 20 euros
  • Ima de Geladeira = 1,00
  • Água = 0,50
  • Mala rica = 79 euros
  • Porta copos grego = 7 euros
  • Chaveiro de olhos gregos = 2,00
  • Enfeite de pendurar na porta de olho grego = 12 euros

Dia 5 – Atenas, Mykonos

Madrugamos pra chegar no aeroporto as cinco da manhã. Nosso voo para Mykonos saia as 6 h da manhã e teve que ser esse horário por causa da promoção de passagem. Em compensação tivemos o custo com o táxi para chegar no aeroporto na hora certa, porque de madrugada o metro não funcionava. O voo até a ilha foi super rápido.

O bom de Mykonos que a maioria dos hotéis oferecem serviços gratuitos de transfer. A parte da manhã foi toda embora com a logística de chegada do aeroporto até o hotel, check in e depois preenchendo a papelada para alugar a moto. Em outro momento detalho os trâmites do aluguel.

Depois de guardar nossas coisas no quarto e vestir um look de praia. Pegamos então nossa motoca envenenada, passamos num mercadinho para comprar lanches e partimos para uma tarde de bronze em Paradise Beach. Essa praia tem vários beach clubs e cadeiras  que custam os olhos da cara mas que são ricas. Nos bares tem vários drinks e desconfio que a noite tudo ali bomba, já que Mykonos é conhecida principalmente pelas baladas. Mas estávamos esgotadas e com outra vibe, então preferimos voltar para o hotel cedo e tomar um banho para jantar em Chora.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Paradise Beach
  • Chora

Gastos do dia (por pessoa): 85,50 euros

  • Passagem de avião ida e volta = 37 euros
  • Aluguel da moto = 18 euros por dia (esse valor foi dividido por dois)
  • Capuccino = 2,50 euros
  • Lanches no supermercado para passar o dia = 6 euros
  • Água = 1,00
  • Cadeira rica em Paradise beach = 20 euros o conjunto de mesa e cadeira (esse valor foi dividido por dois)
  • Jantar com bebida num restaurante chique com vista para o mar na região do porto antigo =  20 euros

Dia 6 – Mykonos

Como no dia anterior tínhamos conhecido uma praia badalada esse dia separamos para relaxar. Por conta disso escolhemos passar a manhã em Agios Sostis, uma praia que não tinha barraca nem cadeiras caras. Mas pra mim essa foi a melhor praia. Pela pala paz que encontramos lá e pelo azul estonteante do mar, de tirar o fôlego.

Passamos no supermercado antes para abastecer a mochila com lanches para a praia e para o almoço e ficamos a manhã toda ali naquele sossego de bunda pro sol. Por volta das 11 hs resolvemos levantar barraca e procurar um outro lugar pra conhecer. Mas nos perdemos, subimos umas ladeiras muito loucas e passamos por caminhos sem saber exatamente onde ele nos levaría.

Nesse caminho que eu não sei explicar exatamente qual, encontramos uma igreja fofa com o teto vermelho onde tiramos muitas fotos. Escolhemos uma sombra ali perto para matar a fome e fizemos um piquenique praticamente no meio da estrada. Depois  partimos a procura de outra praia mas nenhuma que encontramos se comparava a beleza de Agios Sostis. Até que chegamos na ponta da ilha, avistamos o Farol de Farani e decidimos voltar para o hotel e descansar um pouco.

De tardinha passeamos pelo centro de chora e almoçamos um pouco antes do pôr do sol num restaurante boutique em Little Venice. Por sinal o lugar mais caro que comi em toda Grécia! Depois de almoçar subimos até os Moinhos de vento de Mykonos que estavam ali por perto e descemos para apreciar o pôr do sol em Little Venice.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Agios Sostis
  • Farani Lighthouse
  • Chora
  • Little Venice
  • Moinhos de Vento

Gastos do dia (por pessoa): 47,50 euros

  • Aluguel da moto = 18 euros por dia (esse valor foi dividido por dois)
  • Lanches no supermercado para passar o dia = 10 euros
  • Água = 1,00 euro
  • Jantar com bebida num restaurante chique com vista para o mar em Little Venice =  25 euros
  • Sorvete = 2,50 euros

Dia 7 – Mykonos, Delos

A minha ideia para esse dia era dormir até tarde para descansar e depois acordar para devolver a moto com calma. Bruna foi tomar sol numa praia ali perto e me acordou por volta das 10. Tomamos café com coisas que havíamos comprado no supermercado no dia anterior na varanda da pousada e depois fomos abastecer a moto para devolver.

Nos arrumamos despreocupadamente e fomos andando a pé até a região de Chora e do Porto Antigo (fica um do lado do outro). A sorte que a pensão que nos hospedamos ficava em Tourlos, região bem próxima do centrinho turístico de Mykonos, cerca de 15 minutos a pé.

Andamos ali na orla para encontrar o passeio mais barato para a ilha de Delos, mas aparentemente todos os preço eram iguais. Descobrimos que perdemos o passeio que saia a 13 hs e que o próximo seria o ultimo barco do dia e saia só as 17 hs. Andamos pelo centrinho fofo repleto de casinhas brancas e lojinhas para escolher nosso ima de geladeira de Mykonos. Escolhemos depois um restaurante de frente para o mar para almoçar e por volta das 16 h tomamos um gelato italiano antes de procurar o lugar de onde saia o barco para Delos.

Em Delos passamos cerca de duas horas explorando a ilha e por volta da 19 hs assistimos o pôr do sol mais incrível que já vimos.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Chora
  • Delos

Gastos do dia (por pessoa): 47,50 euros

  • Barco para Delos = 20 Euros
  • Entrada na Ilha de Delos = 12 Euros
  • Lanches no supermercado para passar o dia = 10 euros
  • Água = 1,00 euro
  • Almoço com bebida num restaurante de frente para o porto =  16 euros
  • Sorvete = 2,50 euros
  • Ima de Geladeira = 3 euros
Saiba os detalhes sobre essa ilha que visitamos nos post que já publicamos:

Ilha de Delos

Dia 8 – Mykonos, Atenas, Meteora

Esse dia ficou reservado para deslocamento de Mykonos para Atenas e depois de Atenas para Meteora. Acordamos um pouco mais tarde pois nosso voo de volta para Atenas sairia por volta de meio dia. Agendamos na pensão o transfer parar o aeroporto para 9.30. O plano era chegar em Atenas uma hora da tarde, pegar nosso carro alugado e chegar em Meteora ao entardecer. O GPS do celular marcava mais ou menos umas quatro horas de estrada.

Mas as coisas deram um pouco errado nesse dia, o voo até Atenas atrasou cerca de uma hora e meia e nos estressamos bastante no aeroporto de Mykonos, história que também contarei em outro momento. Chegamos em Atenas já era mais de duas horas. Até retirar as malas do guarda volumes, comer um Mcdonald´s, pegar a chave do carro na locadora e encontrar o carro já era mais de três horas da tarde.

Dirigimos até Meteora quase sem grandes problemas. O trecho mais cheio de curvas foi relativamente pequeno, e quando passamos por ele ainda era dia. Faltava menos de 50 quilômetros pra chegar quando arrumamos uma confusão pra encontrar a saída para Kastraki. Passamos um pouco de aperto porque nessa altura do campeonato já estava anoitecendo. Mas pedindo uma informação aqui, outra ali, fazendo um retorno aqui outro ali, encontramos o caminho certo mas quando chegamos já era mais de nove horas e o restaurante que tinha perto do hotel já estava fechado. Resultado, fomos dormir com fome!

Lugares visitados no dia:

  • dois aeroportos gregos
  • incontáveis paisagens bonitas nas estradas gregas

Gastos do dia (por pessoa): 118,38 euros

  • Retirada das malas no Guarda volume =  17 euros
  • Mcdonalds =  5 euros
  • Aluguel do carro = 215,77 euros (esse valor foi dividido por dois)
  • Água = 0,50 euro
  • Lanches para viagem = 5 euros
Saiba os detalhes sobre os lugares que visitamos nos posts que já publicamos:

Meteora

Dia 9 – Meteora, Delfos

Na noite anterior tínhamos visto na recepção do hotel propaganda de um passeio aos mosteiros de Meteora, bem recomendado pelo Trip Advisor por 25 euros. Como reservamos só a parte da manhã para conhecer os mosteiros, achamos prudente pagar o passeio que já nos levaria nos lugares certos sem risco de perdemos tempo procurando a entrada. Foi uma decisão acertada, mas pra quem tem um dia inteiro na cidade acho que vale a pena ir por conta própria.

Marcaram de nos pegar 9 h da manhã. Acordamos cedo, tomamos um café violento no jardim super fofo do hotel. Depois do café já fizemos o check out, pedimos para guardar as malas na recepção até o nosso retorno e ficamos no jardim esperando a empresa.

O passeio durou em torno de 4 horas. Visitamos três mosteiros, o Grand Meteoro, Varlaam e o Roussanou e paramos num mirante com uma vista fantástica das formações rochosas de Meteora.

Por volta de uma hora da tarde, pegamos nossas malas de volta no hotel, arrumamos o carro com tudo dentro e fomos procurar um lugar pra almoçar no centro da cidade. Mas tava meio confuso achar estacionamento então decidimos almoçar na estrada. O tempo de viagem de Metora até Delfos era estimado em duas horas e meia de viagem. As estradas eram perfeitas, passamos por lugares lindos.

No meio da estrada encontramos uma fábrica muito fofa de biscoito. Fizemos um pitstop pra enganar o estômago. Compramos ainda caixinhas de biscoitos gregos para trazer para o Brasil. Mais para frente um pouco encontramos um restaurante enorme no meio do nada e fizemos uma parada rápida ali para almoçar.

Chegamos em Delfos ainda era dia, fizemos o check in. Tomamos um banho, descansamos um pouco e já deixamos tudo organizado para o dia seguinte. De noite saímos para dar uma volta no centro de Delfos e fazer comprinhas de artesanato, vinhos e azeite. Jantamos no restaurante indicado pelo hotel, pois ganhamos cupons de desconto. Gostamos tanto do restaurante, que almoçamos lá no dia seguinte.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Mosteiro Grand Meteoro
  • Mosteiro Varlaam
  • Mosteiro Roussanou
  • Mirante em Meteora
  • incontáveis paisagens bonitas nas estradas gregas
  • Fábrica de biscoitos Bianca na estrada saindo de Meteora
  • Centro da cidade de Delfos

Gastos do dia (por pessoa): 74,60 euros

  • Passeio aos mosteiros =  25 euros
  • Entrada dos mosteiros = 3 euros cada
  • Biscoitos avulsos para comer e Caixa de Cookies para presente =  5 euros
  • Água = 0,50 euro
  • Almoço = 6 euros
  • Jantar = 9,80 euros
  • Cerveja grega Alfa = 3,50 euros
  • Vinho de uma uva que só é produzida em Santorini = 11,80 euros
  • Azeite = 2,50 euros
  • Ima de geladeira = 1,50
Saiba os detalhes sobre os lugares que visitamos nos posts que já publicamos:

Delfos

Dia 10 – Delfos, Zakynthos

Acordamos cedo, tomamos café no hotel, fizemos check out e já colocamos as malas no carro prontas para a viagem até Zakyntkos. Reservamos a parte da manhã para explorar o sitio arqueológico de Delfos. Visitamos o Templo de Apolo e subimos até o estádio onde aconteciam as provas do Jogos Píticos. Depois perdemos um tempinho procurando o Templo de Atena.

Descobrimos que a entrada era em outro lugar, mais abaixo. Descemos até o Templo de Atena e depois voltamos para uma rápida visita o museu que ficava em frente a entrada principal do sitio arqueológico. Planejamos almoçar meio dia no mesmo restaurante que havíamos jantado no dia anterior porque ele tinha uma vista linda que não pudemos apreciar de noite.

Por volta de 13 horas da tarde estávamos pegando a estrada. Passamos o dia dirigindo tranquilamente por estradas muito bem conservadas e paisagens lindas. O trajeto de ferry durou cerca de uma hora e foi bem mais tranquilo que o esperado, ninguém passou mal e conseguimos chegar no hotel praticamente junto com o cair da noite.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Sitio arqueológico de Delfos
  • Centro da cidade de Delfos
  • Almoço rico no restaurante Epikouros com uma vista linda
  • incontáveis paisagens bonitas nas estradas gregas incluindo na cidade de Antirrio e uma estrada em alguns momentos contornava o mar
  • Passeio de ferry de Kyllini até Zakynthos

Gastos do dia (por pessoa): 89,25 euros

  • Água = 0,50 euro
  • Almoço no restaurante Eikouros em Delfos = 12,50 euros
  • Coca cola = 2,50 euros (esse valor foi dividido por dois)
  • Gasolina = 53 euros (esse valor foi dividido por dois)
  • Pedágio da Ponte = 13.30 euros (esse valor foi dividido por duas pessoas)
  • Ticket do ferry para um carro e duas pessoas ida e volta com a volta em aberto (fica mais em conta comprando assim = 83 euros (esse valor foi dividido por dois)
  • lanche no bar da piscina chegando na pousada = 7 euros

Dia 11 – Zakynthos

Na manhã do dia seguinte estávamos ansiosas para ver a Navagio. Tomamos nosso café da manhã no hotel, abastecemos a mochila com chocolate e petiscos e partimos em busca daquela vista da Navagio por cima. No GPS marcava cerca de 15 km até o Shipwreck View Point of View, mais ou menos meia hora de carro. Gastamos um pouco mais porque nos perdemos algumas vezes mas não foi muito difícil encontrar o ponto que queríamos.

Depois voltamos para o porto Agios Nikolaos que ficava a apenas 3 km do hotel para e pescoçar sobre os passeios de barco para as blue caves e para a Navagio.  Aproveitamos para passar no mercadinho e comprar água, macarrão para jantar e petiscos para levar na mochila. Compramos o passeios para a Navagio para a manhã seguinte, almoçamos e decidimos voltar para o hotel para curtir a tarde na área da piscina que tinha uma vista bonita do verde de zakyntos e do mar azul bem ao fundo.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Navagio Beach por cima
  • Agios Nikolaos

Gastos do dia (por pessoa): 95,4 euros

  • Supermercado = 20 euros (esse valor foi dividido por 2)
  • Almoço no restaurante Eikouros em Delfos = 12,50 euros
  • Coca cola = 2,50 euros (esse valor foi dividido por dois)
  • Gasolina = 53 euros (esse valor foi dividido por dois)
  • Pedágio da Ponte = 13.30 euros (esse valor foi dividido por duas pessoas)
  • Ticket do ferry para um carro e duas pessoas ida e volta com a volta em aberto (fica mais em conta comprando assim = 83 euros (esse valor foi dividido por dois)
  • Lanche no bar da piscina chegando na pousada = 7 euros

Dia 12 – Zakyntos

Acordamos cedo, tomamos café na pousada e fomos para Agios Nikolaos de onde saiam os passeios pra Navagio. Esse era o plano, mas o mar não colaborou com a gente, como não haveria os passeios devolveram nosso dinheiro. Resolvemos então fazer o passeio picado só até a Blue caves.

A tarde seguimos a dica de uma amiga da Bruna e dirigimos até Porto Liminionas. Uma enseada que tinha um bar na frente, o qual gostamos muito por sinal porque os preços era muito amigos. Passamos uma tarde bem relax em Porto Limionas e a tarde, um pouco antes de anoitecer, fomos andando até a Taverna Farois, único restaurante que dava pra ir a pé do Hotel, e jantamos .

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Agios Nikolaos
  • Blue Caves
  • Porto Liminionas

Gastos do dia (por pessoa): 32,50 euros

  • Água = 1 euro
  • Passeio Blue Caves = 8 euros
  • Cadeiras para o dia todo  = 3 euros (esse valor foi dividido por 2)
  • Absorventes = 3 euros
  • OB = 2 euros
  • Canecão de cerveja =  3,5 (esse valor foi dividido por 2)
  • Porção de Batatas fritas = 2,5 euros  (esse valor foi dividido por 2)
  • Salmão grelhado na Taverna Farois = 14 euros
Saiba os detalhes sobre os lugares que visitamos nos posts que já publicamos:

Porto Limnionas

Dia 13 – Zakyntos

Depois de muito suspense e incertezas por causa da mar, conseguimos finalmente pisar os pés na praia da Navagio de manhã.

Almoçamos num restaurante de frente para o porto de Agios Nikolaos e passamos o resto da tarde na piscina do hotel, descansando e organizando nossa vida para a viagem de volta. Cozinhamos o macarrão para a janta neste dia. O plano para o dia seguinte era pegar o ferry de volta até Kilini, dirigir até o meio do caminho e parar em Loutraki para curtir um  resto de tarde bem relax que ficava bem próximo de Atenas.

Galeria de Fotos deste dia: 

Lugares visitados no dia:

  • Agios Nikolaos
  • Blue Caves
  • Navagio Beach

Gastos do dia (por pessoa): 28 euros

  • Passeio Navagio Beach e Blue Caves = 12 euros
  • Almoço = 16 euros

Dia 14  – Zakyntos, Patros, Atenas

Saímos cedo na inocência pra pegar a balsa das 9. Chegando lá descobrimos que os marinheiros estavam em greve e portanto só ia ter ferry para Killini no domingo. Nosso voo era no sábado. Isso era uma sexta de manhã.

O resto desse dia se desenrolou como uma novela mexicana, com direito a barco ilegal, lágrimas, anjos da guarda e muita correria. Por hora, basta você saber que conseguimos chegar em Atenas antes de anoitecer e o que o prejuízo existiu mas foi controlado e muito menor do que poderia ter sido. Não conhecemos Loutraki, mas fizemos uma viagem inesperada que foi a maior aventura que vivemos até hoje. Acompanhe o blog que em breve vamos publicar essa história com mais detalhes.

Chegando no aeroporto organizamos nossas coisas para a viagem de retorno ao Brasil que seria no dia seguinte bem cedo. Escolhemos um lugar tranquilo no aeroporto e dormimos por lá mesmo.

Galeria de Fotos deste dia: 

Não teve registros fotográficos, só lágrimas e perrengue!!

Lugares visitados no dia:

  • Porto de Zakynthos
  • Um porto desconhecido
  • Estradas gregas
  • Rodoviária de Patra
  • Rodoviária de Atenas
  • Aeroporto de Atenas

Gastos do dia (por pessoa): 109,80 euros

  • Gasolina = 40 euros  (esse valor foi dividido por dois)
  • Atravessia ilegal de barco até um lugar que eu nem sei onde fica no mapa = 50 euros
  • Passagem de ônibus de Patros até Atenas = 20 euros
  • Passagem da rodoviária de Atenas até o aeroporto = 1,80
  • Jantar no aeroporto de Atenas = 18 euros

E então, já viajou pra lá?! Como foi a sua viagem?! O que achou do nosso roteiro de viagem na Grécia?! Conta aí pra gente nos comentários..


PLANEJE SUA VIAGEM COM A GENTE AQUI NO BLOG:

Utilizando os links acima o blog ganha uma pequena comissão a cada reserva efetuada. Você não paga nada a mais por isso e ajuda o Viaje na Web a continuar escrevendo dicas e compartilhando experiências.

Você também pode curtir esses outros posts:

The following two tabs change content below.
Mentaliza uma manteiga derretida que tem um pânico irracional por taruiras. Ama viajar, comprar sapatos e escrever. Um belo dia resolveu criar um blog pra compartilhar seu ponto de vista e escrever sobre os lugares mais incríveis que já conheceu.

4 thoughts on “Roteiro de viagem na Grécia – Zakynthos, Mykonos e Grécia Central

  1. Olá, Fernanda!
    Semana que vem (cara! Já está tão perto! Nem acredito!) embarco para Atenas. A ideia é passar um dia lá, depois ir para a ilha de Syros (onde tem um congresso em que minha irmã irá participar), onde ficaremos 4 dias. Depois de Syros, iremos a Mykonos, e passaremos, na prática 2 dias (meio dia da chegada, um dia inteiro, meio dia da saída), e depois retornaremos a Atenas para mais 2 dias inteiros (já descontando a chegadas às 19h e a saída às 06h). Achei a sua descrição perfeita, especialmente pela questão dos gastos feitos! Seus gastos pareceram bem com os que eu costumo fazer em viagens. Vi que vc foi a mercados e tal… Vc teria como me dizer como encontrou esses mercados, especialmente em Mykonos. Pesquisei na internet o nome de supermercados lá pela Grécia e não consegui descobrir nada direito….
    Vc achou dirigir em Mykonos complicado? Em Mykonos, talvez alugaremos um carrinho (daqueles pequenos mesmo), mas em Syros a ideia é um quadriciclo (não me arrisco em duas rodas que não se pedala).

    1. Que máximo Carol! Estou empolgada por você, a Grécia é o máximo, tenho certeza que você vai amar!
      Também estou aqui contando os dias pra minha próxima, dessa vez o Japão. E é uma felicidade tão grande quando vai chegando o dia de embarcar que não cabe dentro da gente, sei bem como é.

      Mas então, vamos as suas perguntas:
      Na verdade, as fotos de mercado que aparecem no post são em Atenas. Pra encontrar os mercados é só pegar o metrô até Syntagma Square e ir descendo a avenida de pedestre que fica em frente a praça. Foi uma coisa meio no feeling, não anotei endereço, fui onde minha intuição me levou, mas acho que todo mundo que vai descendo essa avenida vai acabar encontrando o mercado de pulgas! Mas se você só tem um dia reserva pelo menos a manhã pra conhecer a Acropole!
      Em Mykonos é tranquilo de dirigir, não é complicado, só tem uma estrada que corta a ilha. Mas essa questão da dificuldade depende do ponto de vista e do veículo que vocês vão pegar (minha motoca era encapetada então eu sofri um pouco com os arranques e os morros). Quando eu fui estava tranquilo de movimento, mas vocês estão indo no começo da alta temporada, então pode ser que encontrem as vias mais movimentadas.
      Mykonos é pequena, acho dificil você encontrar uma rede de supermercados que tenha referências na internet, mas não tem erro chegando lá só perguntar, o que você vai encontrar mais fácil são lojas de convenicencia e mini supermercados, cada região da ilha tem um estratégico mas o comércio mesmo, as lojas e restaurantes mais legais ficam na região de Chora e Little Venice.
      Em Mykonos compensa sim algumar uma coisa, dependendo de onde vocês estiver hospedada porque as praias mais bonitas ficam longe da região de Chora, não dá pra ir a pé!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *