Viagem para a Disney – Dicas e informações básicas sobre Orlando

Ao pensarmos em Orlando a primeira imagem que surge na mente é a Disney. Orlando e Disney porém não são a mesma coisa. Orlando tem diversos outros parques legais além da Disney. É um lugar super agradável de conhecer além de possuir um clima muito parecido com o do Brasil e ter uma infraestrutura excelente.

Não é a toa que a cidade tornou-se a mais visitada dos Estados Unidos e a segunda mais visitada no mundo em 2012, segundo a wikipédia. Apesar disso seu tinha um pouco de preconceito com a ideia de viajar para a Disney depois que eu cresci.

Não que eu não tivesse vontade de conhecer Orlando ou a Disney, mas é que existem tantos lugares legais no mundo. Minha cabeça limitada entendia que lá era um pouco sem graça comparado a lugares como a Tailândia ou o Deserto do Atacama no Chile, por exemplo. Os quais por sinal ainda não conheço. Por isso quando pensava em viajar nunca incluía Orlando e a Disney nos meus planos.

Até que a Bruna viajou pra lá com um namorado e voltou empolgadíssima. Nesse mesmo ano ela voltou comigo pela segunda vez e preciso dizer que foi uma experiência inesquecível. Agora a situação se inverteu e toda vez que eu viajo fico tentando encaixar uma parada na Disney.  ?

Não se engane, em Orlando tem muita coisa legal pra fazer além dos parques da Disney, agora vamos as dicas práticas.

Desfile de abertura no Magic Kingdom

Dicas e informações básicas para programar uma viagem para Orlando

Existem diversos voos saindo do Brasil, alguns direto. O melhor é que como esse é um destino bastante procurado pelos brasileiros vira e meche tem promoção de passagens pra lá. Nós viajamos de TAM saindo de BH (Confins) em um voo bem confortável com direito a meias para os pés. Achei o máximo porque costumam virar um picolé dentro do avião de tanto frio que sinto neles.

Existem ainda outras opções como Miami, Fort Lauderdale e Tampa que também possuem aeroportos e ficam muito perto de Orlando. Elas podem ser estudadas de acordo com o custo da passagem e o seu roteiro na Flórida.

Como Chegar em Orlando

Supondo que chegará pelo Orlando Internacional Airport (MCO) que é o mais comum, a maneira mais prática de chegar até o hotel é alugar um carro direto no aeroporto. Como transporte público lá nem sei se existe, o aluguel do carro é  a melhor opção.

Orlando é uma cidade feita para andar de carro. Dirigir lá é muito tranquilo, a cidade é toda estruturada pra isso. Praticamente todos os hotéis tem estacionamento. Tudo é longe no estilo Brasília de ser e as diárias dos carros são uma pechincha.

Se infelizmente dirigir não é uma opção pra você, sinto muito!! É possível se virar de outras formas mas você ficará refém de horários. A maioria dos hotéis oferece traslado para os parques e na chegada dá pra pegar uma shuttle . O aeroporto é muito bem sinalizado. Para encontrar as shuttles e também as empresas de locação de veículos é só seguir as placas.

Aluguel de carro em Orlando

Onde ficar em Orlando 

Há opções para todos os gostos e todos os bolsos. Posso dizer que no geral hospedagem aqui é muito barato. O que descobrirmos foi que na verdade não faz diferença o lugar que escolher. Não importa qual seja sua escolha você não vai conseguir anda por lá a pé.

Seguindo essa lógica, penso que o mais inteligente é optar por um lugar com melhor custo-benefício. Mesmo se hospedando nos resort chiquérrimos do complexo Disney vai precisar de carro ou outro meio de transporte para chegar aos outros parques. Nem sempre eles ficam perto um do outro.

Dá primeira vez que a Bruna foi, ela ficou no Monumental. Quando fomos juntas ficamos no Super 8.

Lá é um daqueles motéis estilo americano com corredores abertos e portas dos quartos de frente pra rua. O hotel é simples mas bonitinho. É exatamente como aparece nas fotos e fica a uns 20 minutos dos parques da Disney.  Já os parques da universal ficam mais perto, cerca de cinco minutos de carro, quase dá pra ir a pé. Os quartos são espaçosos e o chuveiro é uma delícia. Ainda tem um café da manhã quebra galho com uns pães sem graça e um café aguado.

Nossa estadia lá foi super tranquila, exceto para a Bruna. Lá ela sismou que um assassino tinha batido na porta e não me deixou atender uma batida que ouvimos certa noite. Honestamente, pode não ter sido ninguém do hotel como ela enfatizou que não era. Pensei que talvez pudesse ser outro hóspede pedindo algum tipo de ajuda ou informação, sei lá. Não acho que era um psicopata querendo nos esquartejar. Mas como a pessoa praticamente me jogou no chão querendo me impedir de abrir a porta, achei melhor não discutir.

Booking.com

Orlando e Disney – Quando ir

Os parques tem visitantes durante o ano inteiro. Como o clima é propício não tem uma época melhor do que todas. Eu evitaria Orlando e a Disney em julho, talvez agosto, dezembro e feriados prolongados porque deve ser desconfortável. Ir quando os parques estão lotados não deve ser muito bom, embora muita gente sempre tem faça sol ou faça chuva.

Estado que ficou meu cabelo por conta do calor
Estado que ficou meu cabelo por conta do calor.
Precisava nem de legenda né?! Uma imagem vale mais que mil palavras, neste caso duas imagens. kkk

Mas essa dica não é específica para lá, para todos os lugares que viajo procuro evitar esses meses por causa das férias escolares. Nada pior do que uma fila de duas horas pra ver uma unica coisa, pra mim é brochante.

Outro problema que vejo com o mês de julho e agosto é o calor. Dá pra competir com Governador Valares em janeiro ou as vezes consegue ser até pior porque lá precisamos andar o dia inteiro em baixo do sol.

Fomos no final de setembro, todos os parques estavam cheios mas a maioria das filas tinha um tempo de espera só de 5 a 15 minutos. Praticamente nada e algumas nem tinham fila, era só chegar e ir!!

Estava muito calor também. No fim do dia minha maquiagem tinha escorrido toda de suor, meu cabelo tava o caos e tinha hora que dava vontade de tirar a roupa. Fiquei imaginando que se em setembro que já é praticamente outono lá era quente assim, julho e agosto deve ser o inferno na terra.

Quando Bruna foi em abril o tempo estava mais fresco. Segundo ela deu até pra usar casaquinhos e os parques estavam só um pouco mais cheio que em setembro. Nada que tornasse desagradável.

Ingressos da disney e da Universal: Compre antecipadamente online.

Onde comer na Disney e em Orlando

 Orlando e a Disney - Onde Comer - Hotdog da DisneyComida dentro dos parques custa os olhos da cara!! Pra se ter uma ideia um hot dog só de pão e salsicha custa 5 dólares e se um dólar é quase quatro reais faz as contas aí e chora comigo.

Sorvete do Mickey na DisneyEnfim, eu comi mesmo assim e achei uma delícia. Esses hot dogs e os dois sorvetes do Mickey, que por sinal recomendo, foram as comidade que eu mais comprei dentro dos parques da Disney. Tirando essas extra polias nós beliscávamos porcaria o dia inteiro, e comíamos fora dos parques na volta para o hotel.

Pra quem pode, todos os parques tem vários restaurantes temáticos, super legais, só que eu, honestamente, não tive coragem nem de entrar, principalmente depois que eu já tinha passado pelos outlets e feito um rombo no meu cartão de crédito.

A dica boa então, é levar lanches  e uma garrafa de água na mochila, lá tem bebedor onde você pode encher sua garrafa no decorrer do dia. Passe lá no Wallmart antes e faça umas comprinhas pra abastecer sua mochila com comestíveis e porcarias pra repor energia, essa é uma ótima desculpa pra comprar chocolate, pra mim, tirando o da Guiradelli que tem mais na região da califórnia, o melhor é o MilkWay.

  • Melhor dica de Restaurante em Orlando

A melhor dica que posso dar sobre lugar pra comer em Orlando são os restaurantes da rede Golden CorralDescobrimos ele por acaso voltando de um dos parques quando estávamos varadas de fome. Passamos na frente de um no nosso caminho, e como a Bruna já tinha ouvido falar do nome eu parei na hora. Mais especificamente no exato minuto que vi os letreiros. Foi nossa luz no fim do túnel.

LongHorn SteakHouse - Orlando e a DisneyLá funciona como um self-service, nos EUA isso chama buffet. Ao invés de pagar por peso, você paga um valor X e pode comer tudo que aguentar. Nós pagamos U$12,99 pela comida e o refrigerante.

Tem de tudo lá, pizza, massa, carne, frango, batata, hambúrguer, comida mexicana, pratos que eu nem lembro mais. Pior foi depois descobrir depois de comer o mundo que também tinha sobremesa de tudo quanto é tipo.  Eram tortas, brownies, sorvetes, cookies, só gordices!! Bruna comeu tanto que já saiu de lá passando mal.

Outro restaurante no mesmo estilo, all you can eat é o Vittorio’s. Só que este é mais caro, mas não lembro o preço exato. A grande vantagem dele é ser brasileiro. Se rolar saudade do arroz com feijão e daquele churrasco que você imagina ter só no Brasil, não se afobe. Vai lá que tudo se resolve.

Outras franquias já conhecidas no Brasil e que você também vai encontrar em Orlando é o Outback e o Red Lobster. E tem também o LongHorn Steakhouse. Não sei se é tão conhecido aqui no Brasil, mas as carnes de lá são muito boas, os pratos são bem servidos e não é tão caro.

O que fazer em Orlando além da Disney

Em primeiro lugar obviamente conhecer os parques. Se esta indo pra Orlando e a Disney você já sabe disso afinal. Vou listar aqui os mais conhecidos. Mas se acha que quinze dias é muito tempo saiba que vai encontrar parques para ocupar o tempo em cada um desses dias.

Ingressos da disney e da Universal: Compre antecipadamente online.

1. Conhecer os outros Parques:

Universal Studios Florida, Islands of Adventure, Kennedy Space Center, SeaWorld Orlando, Aquatica Waterpark, Discovery Cove, Legoland Florida, Busch Gardens, Magic Kingdom, Epcot, Disney’s Hollywood Studios, Disney’s Animal Kingdom e os menores Disney’s Blizzard Beach, Disney’s Typhoon Lagoo e o WonderWork (Casa Invertida).

2. Andar pela Universal CityWalk de noite:

É uma espécie de vila com vários restaurantes, lojinhas, e boates. É também onde fica a entrada dos dois parques da Universal. Tem um Hard Rock Café, um bar da NBA e diversos outros bares interessantes.

3. Downtown Disney:

Um centro mais ou menos no mesmo esquema do Citywalk da Universal só que mais majestoso e com mais atrações. Até um espetáculo do Circo de Solei lá tem. Esse é um dos lugares que eu queria ter ido mas só descobri depois que já tinha voltado. Tá vendo gente como é bom ler blog de viagens antes, dá pra evitar coisas desse tipo.

4. Comprar, Comprar e Comprar:

Orlando é uma loucura pra comprar e oportunamente vamos dar mais dicas sobre isso. Por enquanto basta saber que lá tem dois outlets gigantes da Premium Outlets.  O International Dr e o Vineland Ave que com certeza serão capazes de te deixar muitos dólares mais pobres. Mas se você ainda não se der por satisfeito tem mais três shoppings o Millenia, o Altamonte, e o Florida Mall, onde dá pra encontrar lojas de eletrônicos como a Best Buy, por exemplo e as lojas da Apple.

5. Pegar bronze nas Praias:

Orlando na verdade não tem praia, mas Miami tem e fica relativamente perto. Se achar longe existem algumas outras prais na redondeza como Cocoa Beach, Siesta Key, Daytona Beach e Clearwater. Esta última inclusive é conhecida por ter um pôr do sol incrível. Dizem também ser uma das praias mais bonitas da Flórida. Nós reservamos um dia pra ir em Daytona Beach, que fica mais ou menos a uma hora de Orlando. Mas pro nosso azar justo nesse dia amanheceu um tempo esquisito e choveu horrores. O resultado foi que acabamos passando o dia inteiro num dos Outlets.

6. Seven Mile Bridge:

Fotografia:  just take me there
Fotografia:  just take me there

Ok, na verdade essa ponte não fica em Orlando e se for olhar o mapa vai ver que fica bem longe. Acontece que desde que fizemos nossa road trip pela califórnia peguei o costume de pesquisar estradas bonitas. Sempre tento encaixá-las no meu roteiro. Como na época que fomos pra lá eu ainda não sabia da existência dessa estrada, acabei não conhecendo.

Mas como ela é sempre listada pelos blogueiros como uma das estradas mais bonitas do mundo resolvi incluir ela aqui nessa listinha. Se tiver tempo sobrando de repente programe uma logística que dê para conhecer esta autopista sobre o oceano, já vai estar de carro mesmo.

Ficou ainda alguma dúvida sobre viajar para Orlando e a Disney que não abordamos no post?! Deixe nos comentários. Respondemos todos assim que possível.

Outros posts sobre a Disney e Orlando:


Você curte nossas dicas? Então já segue o @viajenaweb no Instagram pra acompanhar  todas as viagens em tempo real!

Utilizando os links acima o blog ganha uma pequena comissão a cada reserva efetuada. Não custa nada pra você! Além de adquirir produtos e serviços que serão necessários para sua viagem você contribui para que o Viaje na Web continue publicando dicas e compartilhando experiências. Todos os parceiros do site são minuciosamente escolhidos, só fazemos parcerias e indicamos empresas e produtos que acreditamos.

The following two tabs change content below.
Mentaliza uma manteiga derretida que tem um pânico irracional por taruiras. Ama viajar, comprar sapatos e escrever. Um belo dia resolveu criar um blog pra compartilhar seu ponto de vista e escrever sobre os lugares mais incríveis que já conheceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *