Sobre a primavera em Governador Valadares

Primavera em Governador Valadares

Talvez seja um pouco surreal da minha parte querer escrever sobre a primavera em Governador Valadares. Mas outros blogs de viagem integrantes da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem) lançaram uma postagem coletiva sobre a primavera ao redor do mundo e eu não resisti.

Muito embora GV City seja parte do mundo, acho meio cômico escrever sobre alguma estação do ano quando na verdade aqui só temos uma. E não é a primavera!

Penso que esse pode ser um dos motivos que explicam porque gosto tanto de viajar e particularmente porque gosto tanto de outras estações do ano que não sejam o verão. Morro de inveja de pessoas que podem curtir o que cada estação tem a oferecer.

Frio no inverno, flores na primavera em Governador Valadares, calor no verão, folhas caindo no outono. Essa é a meta!

Mas frio é uma palavra que praticamente não existe no vocabulário do valadarense. Frio aqui é 21 graus! E nosso verão é a pior fase da vida. Sabe aquela fase da estrelinha especial do Super Mario World no vídeo game do super Nitendo?! Aquela fase bem difícil que ninguém quer chegar, mas que é inevitável passar por ela se você quer zerar o jogo de verdade. Pois então, o verão aqui é isso!

Verão é sinônimo de tempos difíceis. Tempos em que o ar condicionado é o melhor amigo e a conta de luz nos faz chorar! Não é legal ficar suada a toa e sentir aquele bafo quente do asfalto toda vez que saímos de casa.

Pra mim, a primavera em Governador Valadares é injustiçada por esse motivo.  Porque ela é um lembrete pontual de que esta fase está pra chegar!

Em quanto no Japão as pessoas celebram as cerejeiras e tiram fotos dignas de capa de revista de turismo, aqui o clima permanece como sempre: quente! Na maior parte do mundo a primavera anuncia o término do inverno, trazendo vida e cores de volta aos lugares.

As pessoas deixam de se esconder do frio no conforto de seus lares e voltam a sair de casa. Aqui a vida segue do mesmo jeito. Com dias quentes, noites abafadas e chuvas cada vez mais esporádicas! Culpa do desmatamento desenfreado que cada vez mais agrava o problema da falta de água no mundo.

Talvez eu esteja exagerando. Ha alguns meses, talvez anos (não sou boa com datas) eu estava no clube curtindo um dia de bronze quando reparei que o Ibituruna estava marrom e que as árvores não tinham folhas. Pra quem não conhece Valadares, o Ibituruna é uma pedra que pode ser avistada de todos os ângulos da cidade. É o nosso cristo!!O orgulho do valadarense! O ponto turístico da cidade!

Foi só nesse dia que eu percebi que apesar de eu jurar uma vida inteira que aqui só tem verão, e apesar de continuar quente como o inferno, no outono as folhas estavam marrons. A cidade inteira estava marrom. Foi a primeira vez que percebi como o outono mudava a paisagem da cidade. E olha que nasci aqui.

Desde então resolvi  fazer as pazes com a primavera em Governador Valadares. Porque apesar da fase difícil que sei que enfrentarei quando ela acabar,  percebi que tudo voltará a ficar verdinho. Que minhas caminhadas em volta da ilha (bairro nobre que é realmente uma ilha) serão floridas e verdes. Que os incêndios no Ibituruna, recorrentes no inverno e no outono (período da seca) serão novamente raros.

E se você não conhece nada do Leste Mineiro recomendo que venha na Primavera! Recomendo que comece por aqui, afinal GV é uma das principais cidades da região mesmo que a indústria aqui seja decadente. O que pode ser na verdade um ponto positivo pro Turista, pois nosso céu consegue ainda escapar da poluição.

Venha apreciar a primavera em Governador Valadares.

Reserve pelo menos um dia para subir o Ibituruna, e uma tarde para caminhar na ilha antes do sol se pôr. Guarde ainda um trocado para tomar uma água de coco geladinha no final. Garanto belas paisagens e boas fotos!!

View this post on Instagram

Da janela do avião!

A post shared by Fernanda M. Bragatto (@nandabragatto) on

Este post faz parte de uma blogagem coletiva da RBBV onde diversos blogueiros brasileiros contarão para os seus leitores sobre a primavera em diferentes destinos. Eu contei sobre a primavera em Governador Valadares. Para ver como é a primavera em outros lugares do mundo, acesse os links abaixo:

  1. Itinerário de Viagem – Conhecendo os Jardins de Claude Monet na Primavera
  2. Londres Pra Você – Daffodils, os narcisos anunciam a primavera em Londres
  3. Le Touriste – Primavera colorida em Bariloche
  4. Kely pelo mundo – Os melhores lugares para ver a primavera em Viena
  5. TurMundial – Primavera em Barcelona, hora de aproveitar os parque da cidades
  6. Somando Destinos – Primavera em Seattle- campos de tulipa pertinho da cidade
  7. Why Not? – Primavera no Canadá
  8. Passeiorama – Primavera em NY
  9. Família Viagem – Primavera no Texas
  10. Mila em Seattle – Primavera em Seattle e as Cerejeiras da UW 
  11. Guia do Nômade Digital – Parques de Madrid na Primavera
  12. Ligado em viagem – Curtindo a primavera em Ettlingen na Alemanha 
  13. Grazie a te – Primavera em Florença
  14. Para a Disney e além – Flower & Garden Festival do Epcot: primavera em Orlando
  15. Like Wanderlust – A primavera e suas famosas flores de cerejeira no Japão
  16. 1001 Dicas de Viagem – 5 Motivos para viajar para a Europa na Primavera


Utilizando os links acima o blog ganha uma pequena comissão a cada reserva efetuada. Não custa nada pra você! Além de adquirir produtos e serviços que serão necessários para sua viagem você contribui para que o Viaje na Web continue publicando dicas e compartilhando experiências. Todos os parceiros do site são minuciosamente escolhidos, só fazemos parcerias e indicamos empresas e produtos que acreditamos.

Inspire-se! Não pire!
Vem viajar com a gente em tempo real no instagram!
The following two tabs change content below.
Mentaliza uma manteiga derretida que tem um pânico irracional por taruiras. Ama viajar, comprar sapatos e escrever. Um belo dia resolveu criar um blog pra compartilhar seu ponto de vista e escrever sobre os lugares mais incríveis que já conheceu.

3 thoughts on “Sobre a primavera em Governador Valadares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *