Você sabe qual é com o maior medo de um viajante?

Qual o maior medo de um viajante?

Talvez você pense que o maior medo de um viajante seja morrer num desastre aéreo, perder o passaporte fora do país ou ter todo seu dinheiro roubado durante a viagem. Muito embora estes sejam medos válidos e concretos acho que nenhum outro medo que enfrentamos se compara a ansiedade que antecede a hora da viagem, nem ao medo que sentimos de perder aquele voo.

Aquele mesmo que você parcelou em 50 vezes pra poder realizar o sonho de conhecer um lugar diferente. Você trabalhou o ano inteiro, aturou gente sem noção, escutou morrendo de rir (#sqn) piadinhas sobre sua vida. Tudo isso pra chegar no fim do túnel e encontrar suas férias. Não posso falar pelos outros, mas eu mereço as minhas férias.  Ahh, as férias!!

Sabe aqueles abençoados dias pelos quais você tanto esperou?! Sinto lhe informar meu amigo,  mas infelizmente eles vão acabar muito antes do que você gostaria. Mas assim é a vida.. Por isso é importante aproveitar ao máximo a merreca de tempo que você tem. Digo isso em todos os sentidos. Dizem os sábios que a felicidade está na jornada e não no destino.

Até concordo com essa filosofia, mas não no dia de viajar. No dia de viajar a coisa mais importante é não perder o transporte! Seja avião, carona, barco, cruzeiro , carona ou charrete… De que adianta a jornada se a gente não chega?! Todas as horas que passamos planejando o que fazer, onde comer e o que íamos vestir durante a viagem para sair bem nas fotos se tornaria um tempo desperdiçado.

Que se foda a jornada! O que eu quero é chegar a algum lugar e aproveitar as férias. E justamente por conta dessa urgência que sinto de curtir a minha sonhada viagem o maior medo que sinto é de perder o avião. Não importa com quantas horas de antecedência eu saia de casa. Sempre acho que o  ônibus ou o carro que me deixam no aeroporto vão dar PT. Eu imagino que o pneu vai furar, que dez caminhões juntos podem provocar um acidente e interditar uma estrada por um dia inteiro ou que meu passaporte pode desaparecer misteriosamente na hora de sair.

A verdade verdadeira é que só vou ficar tranquila quando eu sentar a bunda em frente ao portão de embarque e ter a certeza que ali é o portão certo. Até esse momento chegar meu coração é um mix de sensações. Uma mistura de medo, com empolgação, felicidade e paz de espirito. Nem Freud  seria capaz de explicar como alguém pode sentir tantas emoções ao mesmo tempo e ainda assim encontrar paz de espírito.

Você pode me chamar de louca ou exagerada. Mas no fundo eu tenho motivos pra ter medo. Nas rodas da vida, eu já sofri acidente de ônibus e em outra ocasião o eixo da roda da van de um serviço de transfer que me levava para o aeroporto quebrou na ida. Na ocasião tudo que eu queria era ter chegado cedo no aeroporto, fazer o check in e despachar as malas na paz de Jah pra depois comer um Spoleto antes de embarcar. O que eu consegui no entanto, foi chegar em cima da hora do limite do aceitável para encarar a fila dos atrasados. Nessa época na minha cidade (interior de Minas) ainda não tinha nenhuma loja da franquia Spoleto. Só pra vocês entenderem como foi frustrante pra mim viajar sem comer!

Como se não bastasse,  na Grécia eu fui surpreendida por uma greve de marinheiros que nos fez perder o último dia de férias num hotel de frente para o mar.  A sorte foi que estávamos voltando com um dia de antecedência da data prevista para o retorno ao Brasil.  Depois de uma jornada surpreendente que envolveu muitas lágrimas, um barco ilegal e um canadense abençoado que salvou a pátria; nós conseguimos chegar. Mas tá vendo só a importância da antecedência?!

Se o pneu furasse e eu tivesse saído em cima da hora o resultado seria frustrante. Se na Grécia eu tivesse programado o retorno para Atenas no dia da viagem de volta, teríamos levado um prejuízo enorme perdendo o voo para o Brasil. Antecedência é a chave pra vencer o maior medo de um viajante!

As pessoas podem até rir lendo isso aqui agora. Só quem me conhece sabe o quão irônico é eu falar de antecedência. A unica vez na vida que consigo ser pontual é no dia de viajar. E tudo isso por conta do medo que sinto de ficar pra trás. Nem vou entrar no mérito sobre o que isso significa nos dias de hoje. Na correria do dia a dia, parece que estamos sempre ficando pra trás. Parece que por mais que nos esforcemos para alcançar nossos objetivos tentando conciliar aquilo que queríamos fazer com o aquilo que precisamos o tempo não nos espera. Ele é cruel!

Mas por mais cruel que ele seja, até hoje  eu sempre consegui chegar onde eu queria. E isso no fim das contas é o que importa. Persistir e resistir! Os medos existem pra isso. Para te lembrar que certas coisas precisam de atenção. A função dele não é te paralisar, é fazer você reagir!!

Então reaja.. No primeiro obstáculo faça as pazes com sua deusa interior e encontre a força necessária para continuar a jornada e chegar ao seu destino. Seja ele uma roça, uma praia, um hotel cinco estrelas, um país na África ou a sua formatura de medicina.

Bom seria se pudéssemos nos teletransportar ou aparatar como Harry Potter no lugar que a gente bem quisesse. Mas se isso não tem jeito de fazer talvez seja por um motivo.  Talvez a jornada seja realmente importante! Acho que afinal de contas o que importa não é se você compartilha do maior medo de um viajante, mas sim como você lida quando esse maior medo se concretiza.

Esse é mesmo o maior medo de um viajante ou será que estou divagando bobeiras?! Alguma história interessante de férias frustadas por ai?!


PLANEJE SUA VIAGEM COM A GENTE AQUI NO BLOG:

Utilizando os links acima o blog ganha uma pequena comissão a cada reserva feita. Você não paga nada a mais por isso e ajuda o Viaje na Web a continuar escrevendo dicas e compartilhando experiências. Afinal, nada mais motivador que uns trocados no bolso, não é mesmo?

 

Você também pode curtir esses outros posts:

The following two tabs change content below.
Mentaliza uma manteiga derretida que tem um pânico irracional por taruiras. Ama viajar, comprar sapatos e escrever. Um belo dia resolveu criar um blog pra compartilhar seu ponto de vista e escrever sobre os lugares mais incríveis que já conheceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *