Dicas sobre o Mont Saint Michel – Um passeio Imperdível

As dicas sobre o Mont Saint Michel são das mais óbvias dicas de viagem na França, mas também a mais certeira. Aquele conselho que se escolher seguir dificilmente se arrependerá.Como ir ao Mont Saint Michel

Na divisa entre Normandia e a Bretanha, a 350 km a oeste de Paris fica esse lugar que pra mim foi um dos passeios turísticos mais incríveis que fiz na França. Todas as dicas sobre o Mont Saint Michel que li antes de ir me fizeram querer vistá-lo.

Conhece-lo é parada obrigatória para quem passa pela Normandia e uma experiência das mais ricas.

Lugares mais visitados na França - Dicas sobre o Mont Saint MichelA boca já abre logo quando o avistamos de longe solitário ao redor de uma bela paisagem. Faltam-me palavras para descrever o que senti quando o observei ainda dentro do carro. As fotos não são capazes de reproduzir a sensação mágica de andar por aquelas ruelas estreitas até chegar ao topo da abadia.

O que dizer de um lugar com mais de 1.300 anos de história, que ainda está lá super bem conservado fazendo parte da história de milhares de turistas a lotar seus espaços todos os santos dias?Dicas sobre o Mont Saint Michel

Mas afinal, o que lá tem de tão especial?! Tudooooo!!

Tudo aquilo que um viajante mais exigente procura ao viajar: história, turismo, uma vista incrível, bons restaurantes, muitas lojinhas de souvenir e o plus de poder assistir a uma das maiores movimentações de maré do mundo.

Vamos fornecer aquelas informações privilegiadas com todas as dicas sobre o Mont Saint Michel que podemos contar a partir da visita que fizemos em set/2015.

Passeio no Mont Saint Michel

A HISTÓRIA DO MONTE SAINT MICHEL

História do Mont Saint MichelErguido sobre uma rocha, o Monastério tem sua história ligada a fé e a religião. Reza a lenda que a primeira igreja foi construída lá a pedido do Arcanjo Miguel.

Dizem que o anjo apareceu três vezes ao bispo de Avranches, que por conta disso decidiu fundar um pequeno santuário ali por volta de 709. A partir de então virou uma parada de peregrinos que vinham de todas as partes do mundo.

Durante a Guerra dos 100 anos foi uma fortaleza impenetrável, resistindo a todas as tentativas inglesas de tomá-lo e por isso se tornou o símbolo da identidade nacional francesa.

Mais tarde virou prisão durante a Revolução Francesa, depois foi restaurado, e hoje é um super famoso ponto turístico. Por sinal, a terceira atração turística mais visitada da França.

Dicas sobre o Mont Saint Michel

ONDE FICAR 

Dicas sobre o Mont Saint Michel

Onde Ficar - Visita ao Mont Saint MichelNossa visita foi encaixada ao longo de uma road trip pelo interior da França, por essa razão reservamos um hotel rabo de foguete mas que custou apenas 30 euros (quarto para até três pessoas).

Como serviu apenas pra dormir não compensava pra nós assumir o custo de um hotel melhor.

Pra quem tiver vibe econômica fica a dica de hospedagem: (F1 Avranches). Localizado na rodovia em Avranches ele fica apenas a uns 20 km do monte. É bem simples mas tinha estacionamento e era tudo limpinho. O único inconveniente era o banheiro fora do quarto (cada andar tem ala com dois ou três banheiros).

.
Subindo o Mont Saint MichelDentro ou bem na entrada do monte tem também boas opções. Dentro tem lugares bem requintados como o Auberge Saint Pierre ou La Mère Poulard e até opções mais econômicas como o Les Terrasses Poulard.

Super recomendo ir com mais tempo pra se hospedar por lá. Deve ser o máximo caminhar a noite pelas ruelas medievais antes de jantar e depois entrar pra dentro de um quarto quentinho e aconchegante com vista pra baía.

Aos pés do monte também tem opções interessantes. A vantagem se hospedar na entrada, dependendo do hotel escolhido é poder dormir e acordar com a surpreendente vista do monastério como destaca o Les Valtieres du Mont Saint Michel.

QUANDO IR

Uma das dicas sobre o Mont Saint Michel que considero mais relevantes. Se o tempo estiver ruim vai atrapalhar já que o passeio é ao ar livre na maior parte do tempo.

Quando ir - Dicas sobre o Mont Saint Michel

Melhor época para conhecer o Mont Saint Michel

Escolhemos o final do verão (meados de setembro) pra ir e o clima estava super agradável. Fomos abençoadas com dias lindos, um friozinho na medida certa mas que com o sol dava até pra sentir calor.

Melhor mês conhecer o Mont Saint MichelAnoitecia tarde por volta das 9 h da noite o que aumentava o tempo pra aproveitar o dia. Super recomendo essa época, não gosto de julho nem agosto por causa da muvuca de gente que dá em razão do período de férias escolares na Europa.

A primavera é uma época muito boa também, os campos de canola floridos ao redor do Monte devem dar todo um charme especial. Se não tivesse escolhido o final do verão, com certeza optaria pela primavera!!

SOBRE AS MARÉS

Outra coisa importante pra decidir quando programar a visita é analisar antes as datas e horários da movimentação das Marés, muita gente vai lá só pra ver isso.

O mar se retira em alta velocidade por cerca de dez quilômetros, para depois voltar com a mesma rapidez fazendo com que a pequena vila fique ilhada em pouquíssimas horas.

Horários para ver a Movimentação da Maré - Mont Saint Michel

Conhecida como “maré viva”, este fenômeno pode ser assistido em dois horários por dia (quando enche e quando esvazia), mas isso acontece apenas durante as luas nova e cheia, cerca de 50 vezes ao ano. Nós não tivemos essa sorte! 🙁

Se a intenção for apreciar as marés fique de olho nos horários da Tabela das Marés que pode ser consultada no site oficial com outras dicas sobre o Mont Saint Michel .

COMO CHEGAR

Nós encaramos uma road trip pelo interior da França, então obviamente chegamos de carro, mas tem como chegar de outras formas.

Como visitar o Mont Saint MichelContrate um tour com ida e volta no mesmo dia ou pernoite lá, ou vá por conta própria mesmo pegando trem até a estação mais próxima e de lá pegue uma Shuttle pra chegar ao Monte.

Nesse site aqui tem todas as informações oficiais de como chegar, quais as linhas de trem passam lá, o nome da estação mais próxima, tem informação até de como chegar de bicicleta!!  Mas está tudo em inglês, colocando no google tradutor dá pra entender o necessário.

Pagamos cerca de 12 euros pra deixar o carro no estacionamento. Apesar de ficar bem afastado da entrada, é só caminhar um pouco até o ponto onde pegamos um ônibus que nos deixa praticamente aos pés do monte. Nesse link dá pra consultar os preços de estacionamento.

Esse ônibus que mencionei é gratuito e achei  super maneiro porque tem duas frentes, por isso ele só anda em linha reta. Meu avô contava uma história de que tinha sido abduzido e dizia que os ônibus em Marte eram desse jeito.

VISITANDO O MONTE

Vista de cima do Mont Saint MichelAbadia, que fica lá no alto, parece ser o lugar mais desejado pelos turistas. Depois de passar por dentro dela chegamos ao topo que oferece uma incrível vista da baía.

O ingresso pra visitá-la custou 9 euros e só está disponível na entrada mesmo, não conseguimos comprar com antecedência no site oficial. Na época a fila estava bem tranquila, não tivemos nenhum tipo de perrengue pra entrar ou pra comprar.

Alem da Abadia, existem mais quatro museus que ficam espalhados pela vila, cada um deles com assuntos distintos. A medida que andamos pelas ruas fomos encontrando a entrada deles.

Visita a Abadia - Mont Saint Michel

O Archeoscope  anunciava uma espécie de tour com dramaturgia para descobrir a construção do Mont Saint-Michel e sua história sagrada.

Dicas sobre o Mont Saint MichelO Museu da História exibia velhas coleções (armas, pinturas, esculturas, relógios ), prisões, masmorras  e um periscópio do século 19 que revela a baía.  Já o Museu Marítimo explicava melhor a movimentação da marés, contava a história da baía e toda a obra de construção maciça que foi feita para restaurar e conservar o carácter marítimo do Mont Saint Michel.

Por último tem a Casa de Tiphaineuma residência do século 14 que Bertrand Duguesclin tinha construído em 1365 para sua esposa Tiphaine com todos os objetos da época (móveis, pinturas, tapeçarias).

Passeio para cruzar o areial do Mont Saint MichelPra quem curte essa onda vale a pena comprar um passe especial que custava 18 euros e dava acesso a todos os museus. A entrada individual de cada um custava cerca 9 euros.

Para os aventureiros: saibam que nos períodos de maré baixa é possível fazer passeios à pé pelo areal que cerca o Monte. Existem vários opções de tour pra todos os gostos, inclusive no site oficial tem uma Lista de Guias.

Eu tinha pegado recomendação de um deles no BLOG “Conexão Paris” pra agendar uma travessia, mas por conta da correria acabou que não fizemos. Pra quem tem interesse aqui  eles dão inclusive os preços.

Dá só uma conferida nesse post sobre esse passeio:

Visita inusitada ao Mont Saint Michel

ONDE COMER

Restaurantes no Mont Saint MichelTenho ainda dicas sobre o Mont Saint Michel pra ninguém morrer de fome. Lá tem vários restaurantes e nessa lista dá pra conferir os nomes e analisar a avaliação deles no Trip Advisor depois.

Só acho importante fugir dos horários de pico.

Deixamos pra almoçar naquela hora mais disputada e o resultado foi que os restaurantes com vistas estavam todos lotados. Dicas sobre o Mont Saint MichelPor sorte encontramos um chinês ou tailandês vazio que tinha um preço camarada e foi isso mesmo. Por um valor razoável nos serviram entrada, prato principal e sobremesa.

Não é a toa que todas as dicas sobre o Mont Saint Michel são pro sujeito não deixar de ir.  É um lugar que vale a pena conhecer e qualquer esforço despendido no intuito de chegar lá será imensamente recompensado pela excelente infra-estrutura e beleza da região da Normandia que o cerca.

Com todas essas dicas sobre o Mont Saint Michel você já pode pegar sua malinha e partir feliz!!

 

PLANEJE SUA VIAGEM COM A GENTE AQUI NO BLOG:

Utilizando os links acima o blog ganha uma pequena comissão a cada reserva efetuada. Você não paga nada a mais por isso e ajuda o Viaje na Web a continuar escrevendo dicas e compartilhando experiências.


Se você também ama viajar, e adora ver foto de lugares bonitos acompanhe nossas aventuras pelo mundo através do instagram. Siga @viajenaweb e venha fazer parte da nossa comunidade de viajantes compulsivos que não sabem viver sem pensar no próximo destino. Aproveite para anotar dicas para a posteridade!

Você também pode curtir esses outros posts:

The following two tabs change content below.
Mentaliza uma manteiga derretida que tem um pânico irracional por taruiras. Ama viajar, comprar sapatos e escrever. Um belo dia resolveu criar um blog pra compartilhar seu ponto de vista e escrever sobre os lugares mais incríveis que já conheceu.

One thought on “Dicas sobre o Mont Saint Michel – Um passeio Imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *