Dicas para passar o Réveillon na praia de Copacabana

Há tempos eu frequento o Rio de Janeiro. Mesmo tendo uma das minhas melhores amigas morando no Rio ha mais de 5 anos, eu nunca tinha passado o Réveillon na praia de Copacabana. A verdade é que nunca rolou o interesse de encarar aquela multidão de corpos vestidos de branco só pra ver a queima de fogos mais famosa do Brasil na virada do ano.

Réveillon na praia de Copacabana Os cariocas que me desculpem! Nem o espetáculo de fogos mais lindo do planeta seria capaz de me motivar a arriscar minha vida, meu bolso e meu bom humor me aventurando naquele mar de gente sem garantias de segurança. Multidão não é minha praia!

Foi só por conta de uma reviravolta da vida que em 2017 eu passei o Réveillon na praia de Copacabana. Em julho de 2016, meu marido se mudou para a cidade maravilhosa por conta do trabalho. Desde então tenho vivido na ponte aérea e malha rodoviária GV X Rio.

Oferendas para Imenajá!! Carol pagou cinco reais pelas duas flores!!
Oferendas para Imenajá!!
Carol pagou cinco reais pelas duas flores!!

Nesse contexto, aconteceu de eu estar no Rio de Janeiro justamente na época do Réveillon.

Foi um mero acaso do destino. Não sei se fosse para planejar a virada do ano perfeita, se eu escolheria a praia de Copacabana. Mas como boa blogueira de viagem que sou, resolvi vivenciar a experiência de assistir a queima de fogos ao vivo e a cores. Ao invés de ver tudo do conforto e segurança do meu lar, como milhões de brasileiros fazem, peguei um metrô para me aventurar na praia.

Não vou mentir, eu estava descrente e foi com esse espírito que saí de casa! Réveillon na praia de Copacabana Fui com três pés atrás e carregada de comentários sarcásticos para disfarçar o meu medo. Medo de chegar lá e ser assaltada, medo de começar o primeiro dia do ano com o pé esquerdo. Criei pré conceitos e formulei na minha cabeça ideias sobre como seria passar o Réveillon na praia de Copacabana sem nunca ter ido.

Todas essas ideias envolviam tiroteio, roubo, arrastão, gente brigando, bêbados e pessoas sem noção. Na minha imaginação estavam todas juntas e coladas umas nas outras. No fantástico mundo da Fernanda essas almas se acotovelavam e se matavam disputando um quadrado na areia para ver a queima de fogos do Réveillon na praia de Copacabana.

Em minha defesa: a imagem que o resto do mundo tem do Rio não é tão bonita quanto o Pão de Açúcar. Por traz de todas aquelas paisagens lindíssimas que rodeiam a cidade, existe um mundo de problemas que assustam os turistas e até mesmo os cariocas. Problemas que me assustam, principalmente agora.

Enfim, pré-conceitos à parte a maior descoberta foi perceber que passar o Réveillon na praia de Copacabana pode sim ser um programa legal e livre de perrengues. Talvez tenha sido uma questão de sorte. Talvez não tão livre de perrengues assim, porque pra chegar lá inevitavelmente precisa usar o metrô.

Veja por você mesmo como é passar a virada do ano no Rio de Janeiro na praia de Copacabana e o que te espera no metrô:

Dicas práticas para passar o Réveillon na praia de Copacabana

Sobre a melhor forma de chegar:
  • A melhor forma de chegar na praia é de metro. Quando estava no Rio, vi no jornal que os acessos a Copacabana estariam fechados durante a virada do ano. Foi por isso que me surpreendi com carros passando nas ruas durante o vídeo.
  • As passagens de metrô são específicas para esse dia e precisam ser compradas com antecedência. Além de comprar uma passagem específica para o Réveillon, o intervalo de tempo já é pré-definido. Ou seja, se você comprar para o intervalo de 21 h as 22 h (comprei esse), não pode ir às 19 h. Mais informações sobre isso: aqui.
Sobre o melhor lugar para ficar:
  • Queima de fogos em Copacabana - Rio de JaneiroExistem quatro estações de metrô em Copacabana. Cardeal Arco Verde, Cantagalo, Siqueira Campos e por último General Osório, na divisa com Ipanema. Os shows gratuitos que normalmente a Globo transmite acontecem na altura da estação Cardeal Arco Verde.
  • Se a intenção for fugir do tumulto, quanto mais longe da estação Cardeal Arco Verde melhor e mais seguro. Eu desci perto da General Osório e achei super tranquilo. Não vi nada que me amedrontasse e o clima ali na redondeza estava bem familiar. Não tinha tanta muvuca e deu pra assistir a queima de fogos ao vivo sem ninguém me esbarrando. Meu marido ouviu relatos de que não foi assim perto da Cardeal Arco Verde. Não sei se tive sorte, ou se foi só uma questão de escolher o lugar certo na praia de Copacabana para passar o Réveillon .
  • Pode ser interessante procurar uma festa na cobertura de um hotel ou apartamento que ofereça uma vista privilegiada para a queima de fogos na praia. Aviso porém que essa opção é só para os mais ricos. Ou, para quem esteja disposto a desembolsar uma grana preta. Na ocasião, eu não estava.
Um brinde ao ano novo!! Pergunta-se: porque será que eu fiz essa cara justo na hora da foto?!

Réveillon na praia de Copacabana

Resumo da ópera passar o Réveillon na praia de Copacabana foi uma experiência boa e barata. O único problema foi que da praia não existe contagem regressiva. Essa foi a única decepção da noite, ou talvez tenha sido o ponto alto.

Vocês podem ver no vídeo que ninguém sabia a hora certa de estourar o champanhe. Cada pessoa estava num timing diferente porque os relógios marcavam horas distintas. No fim das contas foi divertido tentar adivinhar a hora certa da virada do ano na praia de Copacabana. Foi divertido fazer mais de uma contagem regressiva e esperar a hora exata em que um ano encerrava o seu curso eu um novo começava.


PLANEJE SUA VIAGEM COM A GENTE AQUI NO BLOG:

Utilizando os links acima o blog ganha uma pequena comissão a cada reserva efetuada. Você não paga nada a mais por isso e ajuda o Viaje na Web a continuar escrevendo dicas e compartilhando experiências.

Você também pode curtir esses outros posts:

The following two tabs change content below.
Mentaliza uma manteiga derretida que tem um pânico irracional por taruiras. Ama viajar, comprar sapatos e escrever. Um belo dia resolveu criar um blog pra compartilhar seu ponto de vista e escrever sobre os lugares mais incríveis que já conheceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *